22 de set de 2012

Jogos antigos que ganharam versões para mobile

  Você sempre teve aquela vontade de revisitar jogos que aproveitou há alguns anos? Aquele clássico da sua infância, aquele game do Atari, do Nintendinho, coisas que não voltam mais. A grande maioria ficou lá, perdida nos cartuchos do passado, mas uma boa notícia é que alguns destes clássicos já voltaram, em formato acessível no smartphone ou tablet mais próximo.

Quais são os clássicos que voltaram mobile? (Foto: Reprodução)

Quais são os clássicos que voltaram mobile? 
Confira uma lista com grandes jogos do passado que voltaram em versão mobile. Alguns com novos gráficos, outros mantendo o visual básico e a dose de nostalgia lá em cima.
Pac-Man
É claro que este não poderia faltar. Pac-Man, na verdade, já voltou diversas vezes, em várias plataformas e com diversos formatos. Mas a versão mais recomendada para quem quer ver o herói amarelo novamente é o game Pac-Man Championship Edition, lançado no iPhone e Android.

Pac-Man voltou com um visual mais futurista (Foto: Divulgação)

Pac-Man voltou com um visual mais futurista 

O jogo mistura a nostalgia dos gráficos retrô com toques modernos. São diversas fases no mesmo estilo que você tinha costume de jogar – coletando pílulas e fugindo dos fantasmas -, mas com neons, brilhos, luzes e outras opções de visual que deve deixar a experiência bem mais chamativa.
River Raid
Esse retorno não pode ser considerado oficial, mas é basicamente o mesmo jogo que conhecíamos nos tempos do Atari 2600. River Raid, considerado por muitos como um dos primeiros jogos “de navinha”, voltou em versão não-oficial lançada no iPhone, com o nome de AirFox HD.

Uma cópia muito fiel ao original River Raid (Foto: Divulgação)

Uma cópia muito fiel ao original River Raid 

O jogo é basicamente o mesmo River Raid de sempre, mas sem o nome original e sem o envolvimento da produtora Activision, dona da marca na época. Com esta versão, dá para se divertir desviando dos obstáculos e enchendo seu combustível pelo caminho, com aquele característico barulinho.
Double Dragon
Outro que vira e mexe aparece com nova versão, o clássico dos fliperamas Double Dragon ganhou uma elogiada conversão para o iPhone. Nesta edição a jogabilidade é basicamente a mesma – ande pelo cenário distribuindo pancadas nos inimigos -, mas com boas diferenças gráficas e também nos controles.

Double Dragon volto com gráficos arrasadores (Foto: Divulgação)

Double Dragon volto com gráficos arrasadores 

Agora para jogar existe um joystick virtual bem discreto, que não ocupa toda a tela, como na maioria dos jogos mobile. Os gráficos deste Double Dragon estão estonteantes, com animações fluídas, personagens bem desenhados e golpes com efeitos visuais de cair o queixo. Vale relembrar os velhos tempos de pancadaria gratuita.
Doom
Tudo bem que este não pode ser encaixado no padrão de “jogos do Atari ou Nintendinho”, mas Doom é um dos principais clássicos dos games, responsável pela popularização dos jogos de tiro em primeira pessoa no PC e também pelas partidas multiplayer, sempre repletas de violência e cheias de tiros para todos os lados. Não é por acaso que sua versão para smartphones e tablets é um dos jogos mais vendidos nestas plataformas.


Tiroteio e violência no seu bolso com Doom Classic 

Conhecida como Doom Classic, esta versão mantém o original intacto, sem nenhum tipo de melhoria gráfica, apenas com mudanças na jogabilidade para tornar sua vida mais fácil em relação à tela sensível ao toque. É legal porque dá para se sentir na época do seu computador antigo, se você teve um, com direito ao som tosco e abafado. Tudo parte do charme.
Pitfall
O bom e velho Pitfall, “pai” de todos os jogos atuais que misturam exploração de locais antigos e batalhas contra monstros em florestas, deixou saudades desde que muita gente abandonou o antigo Atari. Mas o velho guerreiro sempre volta em novas versões, ainda que sejam consideradas bem mais fracas que a clássica e original. Porém, uma nova edição para smartphone que foi lançada recentemente fez valer a pena.

Pitfall tem um novo visual, mas sem perder o charme (Foto: Divulgação)

Pitfall tem um novo visual, mas sem perder o charme 

Esta nova versão apresenta gráficos 3D, novas formas de se jogar e muito mais conteúdo, mas sem perder o charme do original. A câmera, por exemplo, é bem diferente da versão original, mas nem por isso o desafio vai ser menor ou muito diferente do que você já está acostumado. Os controles são mais simples, para ser mais acessível a todos, e é preciso ter dedos rápidos para desviar dos perigos no caminho.