19 de out de 2012

Google lança novo Chromebook em parceria com Samsung por US$ 250


  O Google anunciou nesta quinta-feira (18) o novo Chromebook, desenvolvido em parceria com a Samsung. O computador, que roda o Chrome-OS, um sistema operacional próprio, chega ao mercado americano a partir da próxima semana com especificações bem razoáveis, dimensões que o tornam bastante portátil e um preço abaixo da média: US$ 249 (aproximadamente R$ 500).

Novo Chromebook é leve, bonito e com boa performance (Foto: Divulgação)

Novo Chromebook é leve, bonito e com boa performance 

O novo Chromebook tem tela de 11,6 polegadas, somente dois centímetros de espessura e pesa pouco mais de um quilo. Ou seja, é ideal para quem precisa carregar o computador para qualquer lugar e não aguenta mais conviver com laptops grandes e pesados. Além de prático, ele conta com visual minimalista e hardware interessante.
Novo Chromebook (Foto: Reprodução)

O notebook tem dois centímetros de espessura 

“Mesmo com seu layout compacto, ele tem ótima performance – inicia em menos de 10 segundos e pode ser ativado instantaneamente depois de bloqueado”, diz a nota do Google em seu blog oficial. Entre as especificações técnicas estão processador Samsung Exynos 5 Dual Core, Câmera VGA, porta HDMI, uma entrada USB 3.0 e outra 2.0, bateria com duração de mais de 6,5 horas, além de compatibilidade com Bluetooth 3.0 e conectividade Wi-Fi dupla. Tudo isso com 100 GB de armazenamento de arquivos SSD no Google Drive.
Equipado com o Chrome OS, ele possui uma infinidade de integrações com todos os outros serviços da empresa, como o Gmail e o Drive, além de aplicativos pré-instalados com a marca do Google.

Novo Chromebook (Foto: Reprodução)

O produto já está em pré-venda em lojas online 

O produto já está em pré-venda na Amazon, Best Buy e PC World. A partir da próxima semana, ele chega às lojas físicas e ao Google Play. De acordo com o gigante das buscas, o novo Chromebook é uma alternativa para quem precisa ter vários computadores em casa e não tinha condições de fazê-lo pelo alto custo de um bom equipamento atualmente.